Quarta, 01 de Dezembro de 2021 22:20
(45) 99927-6758
Regional Levantamento

IDESF lança estudo sobre o mercado ilegal de agroquímicos

A pesquisa traz o panorama geral do mercado ilegal dos chamados pesticidas, composto por diferentes ilícitos.

10/08/2021 08h42
Por: Redação Fonte: Assessoria IDESF
Divulgação
Divulgação

O Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF) lança na sede da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Porto Alegre (RS), nesta quarta-feira (11/08), o estudo ‘O mercado ilegal de defensivos agrícolas no Brasil’. A pesquisa traz o panorama geral do mercado ilegal dos chamados pesticidas, composto por diferentes ilícitos: contrabando, falsificação, importação fraudulenta, desvio da finalidade de uso e roubo.

Entre os fatores que contribuem para o crescimento estão o aumento do contrabando, ampliação de rotas e incremento nas modalidades de ilícitos. A soma dessas ilegalidades compõe estatísticas como as da PRF, que no ano passado apreendeu 70,4 toneladas de agroquímicos ilegais nas estradas brasileiras,13,7% mais do que as 61,9 toneladas interceptadas em 2019.

No evento de lançamento haverá um debate, com a participação das seguintes autoridades:

• Superintendente da PF/RS, Aldronei Antônio Pacheco Rodrigues  

• Superintendente da PRF/RS, Luís Carlos Reischak

• Analista Tributário da RF/RS, Cleiton Victoria

• Coord. Geral de Fronteiras, Diretor de Operações do Ministério da Justiça, Ten.Cel., Saulo de Tarso Sanson

• Representante do comitê CropLife Brasil, Daniel Miranda

• Coord. Geral de Agrotóxicos e Afins/MAPA, Bruno Breitenbach

• Presidente do IDESF, Luciano Barros

Serviço

Lançamento do estudo ‘O mercado ilegal de defensivos agrícolas no Brasil’

11/08/2021, às 9h30

Transmissão ao vivo via canal do Youtube do IDESF (www.youtube.com/idesf-instituto) ou sede da PRF de Porto Alegre (Av. dos Estados, 1545 – Anchieta) 

Informações: (45) 99101-1045

regiões.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias