Terça, 25 de Janeiro de 2022 07:27
(45) 99927-6758
Regional Energia Elétrica

Clientes da Copel agora têm a opção de pagamento pelo PIX

A operação é prática e acontece em poucos minutos. Para garantir a segurança na hora do pagamento, é importante a conferência da tela de revisão oferecida pelos aplicativos das instituições bancárias.

10/01/2022 08h48 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Da Redação com AEN
Foto: COPEL
Foto: COPEL

O novo sistema de transferências e pagamentos que ganhou amplo uso entre os brasileiros agora serve também para quitar as contas de luz da Copel. A empresa iniciou a implantação do QR Code nas faturas de energia, para pagamento via PIX, tanto na versão impressa quanto na digital. A operação é prática e acontece em poucos minutos.

Lançado há pouco mais de um ano, o sistema PIX já conta com 117 milhões de usuários e 381 milhões de chaves cadastradas em todo o Brasil, de acordo com o Banco Central. Um estudo realizado pela associação Zetta alguns meses após o lançamento já apontava que 81% dos optantes do sistema declaravam usá-lo para a finalidade de pagamento, índice próximo do alcançado pelo cartão de débito (85%) e do dinheiro vivo (84%).

O superintendente comercial em exercício da Copel, Thiago Rodrigues Puchta, destaca que a abertura de mais uma opção de pagamento vai ao encontro das práticas comerciais mais modernas do mercado. “Queremos que nosso cliente possa cada vez mais solicitar qualquer um dos nossos serviços e inclusive pagar sua conta de luz sem precisar enfrentar fila ou burocracia”, comenta.

Para garantir a segurança na hora do pagamento, é importante a conferência da tela de revisão oferecida pelos aplicativos das instituições bancárias. O PIX é destinado à “Copel Distribuicao SA”. O cliente pode ainda verificar o CNPJ da empresa e o número da fatura que está sendo paga. Na fatura digital e segunda via, o número consta no cabeçalho. Já nas faturas impressas de casa em casa, ele fica no rodapé da conta.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias