Terça, 18 de Junho de 2024
18°C 28°C
Foz do Iguaçu, PR
Publicidade

Com show de luzes, drones e do cantor Jão, Itaipu celebrou 50 anos com festa

Além de prestigiar a comunidade da região de influência de Itaipu, a festa também foi um gesto de solidariedade à população do Rio Grande do Sul.

20/05/2024 às 18h34 Atualizada em 21/05/2024 às 18h15
Por: Redação Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Foto: Marcos Labanca - Divulgação: Itaipu Binacional
Foto: Marcos Labanca - Divulgação: Itaipu Binacional

Luzes, música e muita emoção marcaram a festa em comemoração aos 50 anos de Itaipu, na noite de domingo (19), no Gramadão da Vila A, em Foz do Iguaçu (PR). O cantor e compositor João Vitor Romania Balbino, mais conhecido como Jão, levou ao público hits como “Meninos e Meninas”, “Idiota” e “Amor Pirata”, em uma apresentação que celebrou o amor e o respeito à diversidade. 

“É muito incrível estar aqui, ver tanta gente jovem junto e fazer um show tão incrível para eles. Tudo isso graças à Itaipu, uma usina recordista mundial em geração de energia. Eu fico muito lisonjeado de ter sido convidado. É minha primeira vez em Foz do Iguaçu, então eu trouxe um show muito lindo para vocês”, disse o cantor e compositor.

As comemorações iniciaram com a participação da margem brasileira da diretoria da Itaipu. O diretor-geral brasileiro, Enio Verri, deu as boas-vindas reafirmando o papel da Itaipu em respeito à democracia. “Não existe democracia sem respeito às minorias. A Itaipu é uma jovem senhora que olha para a frente com muita esperança. Trazer o cantor Jão é exatamente nessa perspectiva. É dizer à juventude que nós estamos com todo o espírito e energia que ela nos dá, olhando o futuro com muita expectativa”, disse Verri em alusão à grande parte dos fãs do cantor.

Além de prestigiar a comunidade da região de influência de Itaipu, a festa também foi um gesto de solidariedade à população do Rio Grande do Sul, que enfrenta a tragédia provocada pelas fortes chuvas. As pessoas puderam levar donativos para serem encaminhados ao povo gaúcho. “É o momento de, primeiro, celebrar a vida. Segundo, de sonhar com o futuro cada vez melhor, e Itaipu está participando disso”, concluiu Verri.

Como foi

Após as boas-vindas da diretoria, as bailarinas do grupo LightWire fizeram um espetáculo repleto de luzes, dança e música. Seus vestidos iluminados por led interagiam com as imagens do telão, que trazia temas como água e energia, além de mensagens sobre Itaipu. Em seguida, o céu foi iluminado com o show de drones mostrando as bandeiras do Brasil e do Paraguai, imagens da usina e as logomarcas do programa Itaipu Mais que Energia e dos 50 anos da Itaipu.

Antes da entrada do cantor, foi a vez do iguaçuense Juliano Brusnicki, o DJ Jujuba, aquecer o Gramadão com sua performance. Jujuba tocou o pop internacional, dançou e desfilou no palco. “Eu já tive a oportunidade de abrir show de outro grande artista daqui do Brasil. Eu acho que foi até aqui um dos meus pontos altos, ter essa oportunidade de estar junto com grandes artistas que são referências para mim”, comentou.

Os fãs foram ao delírio com a entrada de Jão, passando por baixo de um dragão de 12 metros de envergadura e 7 metros de altura, que enfeitava o centro do palco. Ele cantou seus principais hits e interagiu, principalmente, com jovens da geração Z, como o ator mirim, Gabriel Furtuoso, de 11 anos, que fez parte das gravações do clipe da música “Alinhamento Milenar”. Ele foi reconhecido pelo cantor na plateia e convidado a subir ao palco.

No final da apresentação, o cantor agradeceu o calor e a energia dos fãs. Ele prometeu voltar a Foz do Iguaçu, para conhecer os atrativos da cidade, com a usina hidrelétrica de Itaipu. “Quero voltar aqui com calma, fazer uma viagem só para isso”, finalizou.

Quem é Jão

O cantor iniciou sua carreira em 2016 e é hoje um dos cantores mais aclamados da geração Z (pessoas nascidas a partir de 1995). O sucesso do artista começou em 2021, quando lançou seu terceiro álbum, chamado “Pirata”. Desde então, ele conquista fãs de todos os lugares do Brasil e do mundo. Em 2023, o cantor alcançou a maior estreia de um álbum no Spotify Brasil, título que antes era preenchido por Taylor Swift. O álbum foi reproduzido por 120 mil ouvintes nos primeiros 30 minutos, e mais de 8,4 milhões de plays no primeiro dia.

Atualmente, Jão está realizando sua “Super Turnê”, uma série de shows pelo Brasil que começou no dia 20 de janeiro de 2024 e tem prazo para acabar em janeiro de 2025. Além disso, o cantor está com a presença confirmada no Rock In Rio Lisboa e Rio de Janeiro, Festa Junina de Votorantim, em São Paulo, e no Festival de Inverno da Bahia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias