Terça, 18 de Junho de 2024
18°C 28°C
Foz do Iguaçu, PR
Publicidade

Reforma do prédio da nova Estação Cultural está na fase final

Prédio localizado no centro da cidade passa por revitalização completa para abrigar novo equipamento cultural de Foz.

29/05/2024 às 09h10 Atualizada em 30/05/2024 às 10h46
Por: Redação Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Foto: Divulgação - Assessoria
Foto: Divulgação - Assessoria

A reforma e a revitalização completa do prédio histórico, localizado na Praça Getúlio Vargas no centro de Foz do Iguaçu, estão na fase final.  As melhorias na estrutura começaram a ser executadas em Janeiro, até o momento 70% dos trabalhos já foram concluídos. A reforma do prédio encontra-se na fase de finalização, com a pintura e colocação de vidros, com previsão para ser entregue até o mês de julho, dependendo das condições climáticas adequadas.  

Com a conclusão da obra, a Fundação Cultural de Foz do Iguaçu utilizará o imóvel para desenvolver uma Estação Cultural na Região Central, que comporá o circuito de visitação do Patrimônio Histórico Cultural do Município.  O espaço será transformado em um equipamento cultural e de memória, com salas para exposições, galeria de artes, auditório e espaços para oficinas do projeto Foz Fazendo Arte. 

O prédio comportará um auditório com 60 lugares para apresentações culturais. Também haverá espaço para um acervo artístico e uma sala para o Conselho Municipal de Políticas Culturais e o Conselho Municipal de Patrimônio Cultural - CEPAC. 

O prédio, inaugurado em 1972, terá sua imagem recuperada do projeto original. O local abrigou a Câmara de Vereadores até dezembro de 2000 e depois foi sede da Secretaria de Turismo, Diretoria de Assuntos Internacionais, Procuradoria do Município e a Diretoria de Saúde Ocupacional.

Investimento 

A obra tem um valor estimado em R$ 1 milhão, sendo executada pela empresa BDGE Empreendimentos Imobiliários. Este é o oitavo projeto em andamento em Foz do Iguaçu no modelo de conversão de área. O procedimento administrativo, regulamentado em fevereiro deste ano, permite que loteadoras executem obras de interesse do Município em processos de parcelamento do solo para fins urbanos, agilizando projetos em benefício à população. 

 O projeto de reforma do prédio foi elaborado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Captação de Recursos e será executado através de um Termo de Conversão de Área (TCA).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias