Quinta, 18 de Julho de 2024
14°C 25°C
Foz do Iguaçu, PR
Publicidade

Moradores conhecem estrutura do Mercado Público em café da manhã com gestores

Durante o encontro, vizinhos também puderam tirar dúvidas sobre o funcionamento do novo atrativo, as categorias de produtos e o modelo de operação

15/06/2024 às 15h30 Atualizada em 18/06/2024 às 20h45
Por: Redação Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Foto: Ricardo Machado/PTI
Foto: Ricardo Machado/PTI

A convite da Itaipu Binacional e do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), instituição gestora do Mercado Público de Foz do Iguaçu, moradores vizinhos ao novo atrativo participaram neste sábado (15) de um café da manhã para conhecer a nova estrutura e tirar dúvidas sobre o funcionamento e a gestão do espaço.

O principal objetivo do encontro, que também contou com a presença de futuros lojistas do atrativo, foi aproximar os moradores do novo empreendimento e levar informações importantes sobre o conceito, a segurança, o funcionamento e as atividades previstas no Mercado.

No próximo dia 24 de junho, em uma cerimônia para convidados e imprensa, será feito o lançamento oficial da estrutura, com a assinatura dos contratos e entrega das chaves aos primeiros permissionários. Na ocasião, também será anunciado o nome oficial do Mercado Público.

“O Mercado não será apenas um espaço de gastronomia, mas um espaço cultural e de lazer para as famílias iguaçuenses e para os turistas. E nada mais importante do que iniciarmos esta história com quem convive nesta região. Queremos partilhar o amor e o dia a dia do mercado com vocês”, disse o diretor de Turismo do PTI, Yuri Benites.

Além de apresentar um histórico do Mercado Público, desde a sua concepção até o modelo de gestão atual e as categorias de lojas, Benites falou sobre o conceito da nova estrutura – que abrigará 42 boxes comerciais e 12 boxes sociais.

Os vizinhos também puderam tirar dúvidas sobre o movimento de veículos para abastecimento de produtos nas ruas paralelas ao Mercado e sobre a segurança na região, que foram amplamente esclarecidas pelos gestores.

Aline Teigão, gerente de Iniciativas de Turismo da Itaipu, destacou os investimentos que a usina fará no espaço. “Durante os três primeiros anos, teremos atrações culturais no Mercado Municipal de quinta a domingo. Também teremos uma programação cultural diferenciada em datas comemorativas e diversas feiras. Em breve abriremos o credenciamento para os artistas locais se apresentarem no espaço”, comentou.

Expectativas

Moradora da região, a enfermeira Bruna Cassiano entende que a abertura do Mercado impulsionará o desenvolvimento econômico da cidade. “Sempre tivemos uma preocupação com um espaço fechado (antiga Cobal) e, agora, com a vinda do Mercado, entendemos que é um grande avanço para o desenvolvimento do município, pela geração de emprego e pela vinda de turistas”, afirma.

Professora da Unila, Ceres Pereira vive na Rua Suindara (ao lado do Mercado) há dez anos. Para ela, será um novo espaço de compras e lazer.  “Sempre vi com bons olhos este espaço e sempre apostei muito nele, porque, para nós moradores, será muito bom pela proximidade, pela variedade de produtos e um grande espaço de lazer”.

Os empresários Marcos Roberto e João Gonçalves terão uma pastelaria no local e estão otimistas com o futuro do empreendimento. “Trabalhamos neste momento somente com delivery e vamos inaugurar nossa loja física aqui no Mercado. Está tudo bem encaminhado, foi muito tranquilo o processo e estamos ansiosos”, disse Marcos. “Vimos como uma grande oportunidade, por ser um local aguardado há muito tempo pela própria população. Buscamos essa oportunidade pela expectativa dos visitantes, da comunidade e dos turistas”, acrescentou João.

Fábio Alexandre terá um box para a venda de chopes artesanais no Mercado. “Já tem uns oito anos desde que tivemos a primeira conversa sobre investir aqui. Estamos otimistas com essa nova empreitada”, contou o empresário.

Estrutura

Com 4,7 mil metros quadrados de área construída, o Mercado Público de Foz do Iguaçu foi construído pela Itaipu Binacional e entregue, em fevereiro de 2024, ao PTI, que fará a gestão do espaço.

O Mercado deve funcionar de domingo a domingo, das 10h às 22h, com circuito cultural de quinta a domingo. No local, o público encontrará restaurantes, cafeterias, lojas de doces e sobremesas, hortifrúti, artesanato e cooperativas, além de áreas de lazer e espaço kids.

Novo edital

Um novo edital para ocupação de 32 espaços comerciais (ainda disponíveis da estrutura) foi lançado no dia 07 deste mês e a seleção está marcada para 26 de junho, por meio do sistema “Licitações-e” (www.licitacoes-e.com.br). A disputa será feita na modalidade de avaliação competitiva, no tipo maior lance de preço por box (respeitando os valores mínimos e máximos estipulados).

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias